Vesúvio

Vesúvio

Vesúvio

2018

Sony Music

Djavan revisitado em nova identidade visual

design gráfico, identidade visual

Identidade visual para a melodia de Djavan

Um dos ícones da música brasileira, Djavan está no imaginário nacional e dificilmente alguém não sabe cantarolar alguma de suas letras, conhecidas pelas construções sonoras cheias de metáforas curiosas.   O resultado traduz esse momento, ilustrado por uma imagem do Djavan revisitado. “A nossa relação com o Djavan tem a ver com seus momentos de reposicionamento. Quando fizemos o disco Ária, em 2010, ele estava mudando a configuração da banda depois de muitos anos e lançando o seu primeiro disco de versões.  Agora, voltamos a nos encontrar no momento em que ele lança um disco que é outro marco em sua carreira, um disco que traz mensagens mais contundentes e aborda temas mais densos.”   Emilio Rangel, diretor de criação da 6D.

Vesúvio: contraste e luz em capa de álbum

Vesúvio, o 24º disco do músico, traz 13 canções marcadas pelo amor, pela política e pelo poder da natureza. E a capa traz um Djavan de maneira nunca vista antes.

“Ao pintarmos o Djavan de preto e o fotografarmos em um fundo preto, com os dreads presos, sua silhueta, uma das mais conhecidas do Brasil, ao mesmo tempo em que fica camuflada, nos faz prestar ainda mais atenção a suas feições e individualidades, chegando até a perceber seus olhos azuis, herança de seu pai.”

“Os detalhes em dourado fazem uma analogia visual ao título do disco, Vesúvio, onde o artista emerge de um fundo de breu, como um vulcão emerge da terra e transborda, em uma lava iluminada e brilhante como o nosso dourado.”, complementa Emilio.

Solitude: lançamento do álbum

Para estrear o álbum, foi lançado o single e clipe de Solitude, feito em parceria com a 6D.
Ao mesmo tempo em que a estética dialoga com o título do disco, ela também conversa muito bem com o tema e a mensagem da música.

“Solitude fala de um cenário ruim que estamos vivendo, na política e na sociedade, e acaba com uma mensagem de pró-atividade: vamos fazer agora, tomar uma atitude. Representamos isso, no clipe, através de luzes e cores. Ele começa no breu, bem escuro, e vai se transformando em luminoso e colorido, representando essa passagem de um momento sombrio para um momento de luz, de esperança. É uma estética forte e provocadora, que traz closes e sobreposições do próprio Djavan, que por vezes é protagonista e cenário. Para dividir a direção, convidamos o parceiro e grande diretor de fotografia e cinema Pablo Baião. A maquiagem é assinada pela Joana Seibel, com cosméticos desenvolvidos de maneira natural e artesanal pela Carol Cronemberger.”, conta Emilio.

O clipe já passou de 1 milhão de visualizações no YouTube.

Vesúvio: analogia aos movimentos de uma relação

A música, que leva o mesmo nome do álbum, fala do ritmo da relação entre duas pessoas e da sua dinâmica, algumas vezes mais próxima, outras, nem tanto. O mar aparece representando esse baile e o clipe traz uma analogia visual desse movimento, sem ser literal.

“Em Vesúvio, apresentamos dois ambientes: em um, neutro, está o Djavan e, no outro, vemos uma bailarina, de vermelho, que, com movimentos fluidos faz analogia ao sol e ao mar. Para a coreografia, chamamos duas diretoras de movimento com experiência de anos em dança contemporânea, a Marina Fernanda Cavalcante e a Ana Paula Marques.

Uma das paixões do Djavan é a arquitetura e trouxemos isso também para o clipe. Filmamos no Caminho Niemeyer, em Niterói, e a arquitetura moderna e minimalista cria grafismos que se traduzem em cenários interessantes, que, por sua vez, também servem como divisões de telas, criando essa sensação de dois ambientes”.

Ficha técnica
Direção: 6D e Pablo Baião
Diretor de fotografia: Pablo Baião
Produção: Daniela Bruno
Produtora: 6D
Maquiagem: Joana Seibel
Edição: Luis Baiia
Finalização (Vesúvio) : Herbet Marmo
Finalização (Solitude): Pedro Conforti